quarta-feira, 15 de agosto de 2007

Luciene, a coisa tá se aproximando

Gente, a coisa tá se aproximando... Eu, aqui de longe, que não vou participar fico toda ansiosa, imagine a galera que tá por ai?

Alguns recados:

1) Tião Maia: ainda não sabemos se teremos a câmera para podermos acompanha esse Encontro historico...Tens alguma posição?

(Gio) Acho que ele tá fugindo, mas Kátia Andrade podia ver isso na Lan House da Praça.

2) Mara: super-legal tuas fotos. Dar minhas lembranças para toda a familia e um grande abraço.

3) Junior Leão: tu eras um trovão junto com os filhos de Paulo Bispo...Lembro bem disso (hahahahahaaa). Aprontava naquele Alagamar. A gente podia te ver de longe, com aqueles cabelos loiros (hahahhahaaa). Agradeceria a foto, se não for incomodo.

4) Rita: acho super legal essa separação das duas gerações dos filhos de Seu João. Vi as fotos. Sabemos dessa luta solitaria de S. João e nós duas podemos entender em outra ótica. Voce sabe do que falo! Abraços a todos.

5) Nenoca: vulgo José Antonio, poderia um dia enviar a foto de Carlinhos nos Indefecavais?...Cadê Gilberto?

6) Gio: parabéns pela organização do Blog. Pergunta prá ôcê: depois da festa, não poderia continuar esse blog? Te digo que ele tem nos dado muitas coisas boas, inclusive reencontrei um amigo de infância lá de Macau e que pegou meu e-mail e me escreveu. Fiquei super contente com isso...Pense como muitas pessoas estão se reencontrando e repense em deixá-lo aberto. Sei que é trabalheira grande.

Abraços a todos.
Luciene

(Gio): Mulher, creia em Deus!!! Essa semana, primeiro decidi que só abriria uma vez ao dia, mas nunca resisto e sempre tenho uma desculpa pra olhar e sempre aparece o que postar (É que sou muito compulsiva). Por isso, a solução tem sido fugir de casa. Desde ontem, estou carregando meu computador pra longe, onde não haja internet.
Mas, se alguém topar, eu passo o Blog, sem problema.
Agora não. Agora tô adorando, mesmo sem poder. Mas, vamos ver.... Eu também queria que continuasse e sofro por esse momento que estou vivendo (quase num mato sem cachorro). Eu, sinceramente, sinto muito, mas não posso continuar.
Já havia avisado "ESTE BLOG TEM PRAZO DE VALIDADE". Deixe o tem correr... acharemos solução.